sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

O Pai Natal e a Crise


Dando umas voltas pela minha ilha cheguei à conclusão que de facto a crise é profunda e atingiu até quem menos se esperava.
O Pai Natal, símbolo de alegria e de partilha está também, ao que parece, com graves problemas financeiros.
Embora tenha conseguido uma garantia bancária do governo para adquirir os presentes que irá distribuir por cá, não deve ter tido apoios para o aluguer do trenó e das renas.
Ora sem o trenó e as renas que o colocavam próximo da chaminé, o simpático vélhinho tem de escalar os edifícios para chegar ao telhado, o que pode ser um empresa perigosa atendendo à sua já adiantada idade.
Sem seguro de acidentes de trabalho, porque não há companhia que lhe pegue, só lhe resta trabalhar à portuguesa: “vamos lá e seja o que Deus quiser”.
Talvez certas empresas que todos os anos por esta data exploram de forma mais que abusiva a imagem daquele velhinho de barba branca e até a registaram como sua imagem de marca, deveriam pelo menos contribuir facilitando a vida ao Pai Natal e não o obrigando a situações que as fotos documentam .

Saudações
O Viajante

3 comentários:

The Seeker disse...

LOL
I simply loved this post...

xoxo

Anónimo disse...

Good eye! That's so funny,
Kisses,
Sao

Carla O. disse...

HAHAHAH!!!
Bjs