sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

"Aqueles que esquecem o passado estão condenados a repeti-lo"


Se queremos contruir o futuro não podemos deixar de ter em conta as experiências do passado. Ao que parece os pais fundadores da democracia americana tinham um percepção correcta em relação à natureza das instituições financeiras mas foram silenciados pelos aurautos do milagre económico chamado capitalismo.
Em Janeiro de 1815 Thomas Jefferson escreve a James Monroe uma carta onde já nessa altura coloca as sua preocupações sobre esse tipo de entidades e que eu traduzi espero que bem:
“Se o povo americano alguma vez permitir aos bancos o controlo do valor da sua moeda, primeiro através da inflação depois através da deflação, os bancos e as empresas que crescem à sua volta irão privar o povo do todos os seus bens até que os seus filhos fiquem sem–abrigo num continente que os seus pais ocuparam. O poder de valorizar o dinheiro deve ser retirado das mãos dos banqueiros e entregue ao Congresso e ao povo a que pertence. Acredito sinceramente que as instituições bancárias com o poder de valorizar a moeda são mais perigosas para a liberdade do que os exércitos permanentes.
Estamos tão dependentes dos bancos que temos que fazer o que eles querem.
Temos de destruir o controlo que as instituições bancárias exercem sobre as mentes dos nossos cidadãos ou então seremos nós destruidos por ele."

Saudações

O Viajante

1 comentário:

Shin_Tau disse...

Mais uma vez, uma mensagem pertinente.

As experiências do passado servem, em parte, para nos ajudar a construir um melhor futuro.

Os EUA...esse país que foi construido com uma intensão tão importante...onde foi ele parar?!? Será que Obama vai conseguir relembrar-nos disso? Espero sinceramente que sim!

Um abraço enorme de agradecimento pela sua presença constante. Voltei ao estado Eremita, mas desta vez conscientemente.

p.s. O que foi ao Ar foram todos os problemas e preocupações. O que me disse sobre a Lei do Retorno ficou a fermentar...